Sexta, 15 de Outubro de 2021
25°

Pancada de chuva

Campo Maior - PI

Dólar
R$ 5,46
Euro
R$ 6,33
Peso Arg.
R$ 0,06
MUNICÍPIOS SOLIDARIEDADE

Jovem de Capitão de Campos pede ajuda para fazer cirurgia contra câncer no braço

Colabore contribuindo com doações em dinheiro! Veja como ajudar agora mesmo.

20/06/2021 às 23h24
Por: MARCELO BARROS Fonte: BR HOJE
Compartilhe:
Jovem de Capitão de Campos pede ajuda para fazer cirurgia contra câncer no braço

A jovem Mikaelly Ruth, de 21 anos, relatou nas redes sociais sua luta contra um câncer no braço e a urgência em fazer a cirurgia para que a doença não avance e prejudique ainda mais o tratamento. À mesma é natural de Capitão de Campos e foi diagnosticada com o tumor condrossarcoma.

À mesma relatou a sua situação e pediu ajuda para o seu tratamento.

Como começou

“Eu sentia dores fortes no braço, trabalhava no caixa, usava o computador, movimentava bastante o braço direito. Os médicos diziam que era bucite, estresse, pelos movimentos repetitivos. Em um certo dia, após lavar roupa, a noite senti febre, meu braço ficou inchado e começo a doer muito forte. Fiz vários exames e foi constatado que eu tinha câncer ósseo, secundário, maligno e em estado avançado. Eu falei com 27 médicos e todos confirmaram que eu estava com um câncer bem avançado. Após fazer uma biopsia, o médico disse que eu não tinha câncer, você tem é neoplasia. Os dias foram passando e as dores não paravam, tomava remédios e não estavam mais servindo. Após mudar de médico e fazer novos exames, foi confirmado que estou com câncer e que está se espalhando para outra parte do braço”.

Negligência

“Houve negligência médica, há 7 meses o médico falando que não era câncer, que bastava eu tomar remédio e não ia precisar de cirurgia. Foi um tempo perdido, eu poderia está agora com o tratamento bem avançado”.

Cirurgia

“O médico me falou que a cirurgia que eu vou precisar fazer não tem pelo SUS, o convênio não cobre, ela só faz em São Paulo e o valor dela é de aproximadamente R$ 100.000”.

Urgência

“O médico voltou atrás em relação a cirurgia ser feita em São Paulo, pois o problema é sério e o quanto antes tem que ser resolvido. Se eu fosse para São Paulo teria que fazer novos exames e estou lutando contra o tempo, preciso fazer essa cirurgia o quanto antes. Se o câncer se espalhar mais nem cirurgia resolve”.

Ajuda

Rifas, sorteios estão sendo feitos para angariar o valor necessário para a cirurgia da Mikaelly Ruth.

PIX : 069.593.393 – 08 (CPF)

Ele1 - Criar site de notícias